5 sintomas que você tem que substituir o óleo do seu veículo

Muitas vezes, a necessidade de manutenção do automóvel é menosprezada pelo proprietário do automóvel. Trocar o óleo do motor é uma das formas mais acessíveis e mais em conta de se garantir de que o automóvel vai permanecer funcionando em ótimo estado.

De uma forma abrangente, a sugestão é para que a troca do óleo e do filtro de óleo seja elaborada a cada cinco mil quilômetros rodados. Ainda que isso não afete seu automóvel, não é precisamente necessário, em especial quando se trata de veículos recentes.

De modo geral, de 6.500 a 10.000 quilômetros ainda é um hiato admissível a fim de manter o seu repositório de óleo.

Porém como perceber se o óleo encontra-se bom ou ruim? Observe alguns dos sinais que o produto e o motor do automóvel vão manifestar:

Óleo escuro e com partículas? fique esperto!

Este aspecto é o que você tem que treinar seu olho a notar. A cor original do óleo é mais para um marrom, o líquido, que é engrossado, escurecerá depressa após certas semanas de utilização.

Já que você começa a notar partículas misturadas a esse óleo preto é porque chegou o momento de substituir o óleo. Se você não almeja sobrecarregar o filtro até o ponto em que os contaminantes cheguem a despencar no motor, disponha o mais rapidamente que puder a troca do óleo assim que notar a alteração do tom e aspecto do óleo.

Motor barulhento? Busque um mecânico!

sinais-para-troca-de-oleo O óleo engraxa o seu motor. Sem lubrificação, as engrenagens irão começar a friccionar umas nas outras, a arranhar, gerando ruídos mais desagradáveis do que você está habituado a ouvir no interior do capô do veículo.

Substituir o óleo velho por um novo é capaz de evitar contratempos piores.

Não se recorda da data de troca, e agora?

Além de certificar-se de que o óleo está no nível correto, a coisa mais importante sobre compreender se o período da troca de óleo está perto é fazer um cronograma de troca.

Caso você não consiga se lembrar da última vez que os fluidos do motor do seu veículo foram trocados, então troque o óleo independentemente de ter convicção quando foi a troca anterior. Guarde a data da substituição atual e comece a fazer um planejamento de troca por tempo e/ou quilômetros rodados.

Fique atento ao registro de óleo ou luz de controle de motor

sinais-para-troca-de-oleo Vários carros recentemente possuem seu próprio sinal de medidor de óleo, todavia, para os mais velhos, a luz do controle do motor pode se mostrar sempre que há alguma coisa errada com o lubrificante.

Antes de perder tempo tentando verificar todo o resto de problemas que o motor é capaz de apresentar, torne o processo mais simples e confira a vareta do óleo em primeiro lugar.

Situação de baixo nível de óleo

O motor irá, gradualmente, “beber” o óleo. É o que ocorre, quando o fluido está sendo usado por algum tempo. Em contrapartida, quando o óleo está velho ele, provavelmente, não vai estar fazendo o seu trabalho com demasiada eficiência.

E na ocasião em que o óleo não está realmente fazendo seu trabalho, o motor vai utilizar cada vez mais fluido para assegurar que seu funcionamento esteja sem problemas.

No momento em que você vê o nível do fluido do motor ficar extremamente baixo, não basta completar o óleo. Verifique a textura do produto. Pode ser hora de executar a troca inteira.